sexta-feira, 7 de agosto de 2015

PT ensina o povo a usar panela


quarta-feira, 1 de julho de 2015

Maioridade penal

- GANHAMOS, COMPANHEIROS!

Disse o "ativista" da UNE, pele rosada, olhos vermelhos, agitando sua bandeira vermelha, com uma estrela branca no meio, enquanto conferia em seu Smartphone de última geração, dentro do espelho d'água, em frente à Câmara dos Deputados, o resultado da votação rejeitando a proposta de redução da maioridade penal.

- PERDEU, PLAYBOY!

Disse o "dimenor" da rua, pele opaca, olhos vermelhos, agitando sua 765 prateada, com várias cruzes gravadas no cabo, enquanto rasgava com sua faca afiada a barriga do ex-dono do Smartphone de última mão e saiu correndo pela rampa, em frente ao Congresso Nacional, comemorando a votação que rejeitou a proposta de redução da maioridade penal, o deixando livre e feliz até que a morte o pare.

quinta-feira, 7 de maio de 2015

Oh, Deus!


Queimando tudo

Enquanto isso, nos bastidores do show da banda Pow Noku, nos porões da Universidade do Acre
- Hi-hi-hi! Maior barato queimar aquele livro...
- Era a Bíblia, mané! Respeita, porra!
- E aí, queimou tudo?
- Inda não. Agora que nós tamo chegando no pó Calypso!

sábado, 7 de março de 2015

MARIA

A mulher mais importante da minha vida é a santa Maria, a mulher que gestou e pariu Jesus Cristo, meu salvador e também de muita gente que acredita no inacreditável. Eu não vim aqui para falar de culto algum, religião nenhuma – Deus me livre! -, portanto fica na tua e continua quieto aí e espera para saber o que eu pretendo dizer ou então sai fora e corre pra frente da TV, porque está começando o BBB e o Show da Fé.
Maria, uma mulher de Deus, casada com José, um homem de Deus, suportou grande provação, agarrando, com seus dois magrelos braços de menina, a barriga que continha o Filho de Deus, sorria feliz e agradecia a grande dádiva. Maria, a grande mulher, esposa do carpinteiro Zé, comia de um nada, apenas sofria e bebia lágrimas. Imagine você ser perseguido por estar esperando a Esperança, carregando dentro de si o motivo para o fim da morte e a eternização da vida?!
Maria de Deus fora escolhida pelo Todo Poderoso, criador do universo, para chorar grandemente a dor de parir seu rebento na terra. De dentro de si, sob dores lancinantes a pequena virgem trouxe para este mundo tenebroso uma criancinha ensanguentada, pendurada pelo seu próprio umbigo e de boca bem aberta ela chorou quando seu filho chorou e chorou quando ele gritou com os pregos lhe perfurando a carne e lhe pregando numa cruz. Aquela mulher deixou de ser gente naquela hora.
Agora ela era mãe.
E nada, nada deste mundo a tiraria daquela situação tão dolorosa, tão dificultosa... tão divina. Só Deus...
Nem mesmo Ele, em sua infinita onipotência se atreveria... Deve ter dito para si mesmo: Mulher fui eu que te fiz. Saiba que eu sei o quanto você pode suportar. Eu sei que você pode, porque fui eu que te dei esse poder!
Ele sabe o que faz.
Marias vivam hoje e para sempre seus divinos dias.